quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Uma noite inesquecível

Este post é mais do que especial. Primeiramente, dedico ele à uma amiga que está indo para a Irlanda nesta quarta-feira, e que em pouco tempo, conquistou um bom espaço na minha vida. "Segundamente", pois ele me fez lembrar os meus amigos, inclusive alguns que não vejo há tempos...



Estava ganhando alguns minutos nos blogs que comentam no meu, quando encontrei um post que falava de noites bem aproveitadas com os amigos, noites alternativas e tals. Bom, quem me conhece sabe do que vem por aí e poderia parar por aqui que já saberia o final (hehehe). Pois deixei um comentário neste blog, dizendo que um dia iria contar algumas noites malucas que já fiz.



Eis a primeira - e melhor - delas.



Recebo uma msg no celular: "Passei na monografia. Bebemoração no bar Tal". Eu tinha prova no outro dia, precisava estudar e não podia sair (detalhe: era uma segunda-feira). Mas era um momento único de um grande amigo. Fui.



Lá pelas duas horas da madrugada, alguns se despedem, quando, surge a idéia (não me perguntem de quem): "- Vamos fazer algo alternativo! Algo que nunca fizemos antes!" (medo). Apesar da idéia central, não tínhamos a idéia de lugar. Vagamos pela cidade quando (novamente não me perguntem quem) surgiu uma idéia: "- Vamos num bailão!". Ok, fomos ao tal bailão. Quando estávamos indo para a entrada do lugar, entram dois rapazes de chinelos e bermuda, mal vestidos e com jeito comprometedores (medo 2). "-E agora?". Mais passeio pela cidade, quando: "- Quem é parceiro de ir para uma...Boate (essas onde algumas mulheres ganham a vida)?". Sem nenhum momento de reflexão, a resposta de todos foi imediata: "-Demorou!".



Estávamos em dois carros cheios. E tinham amigas mulheres também. Elas não se importaram e entramos. Nunca tinha visto eu e meus amigos tão felizes. Sabe cachorrinho fora da coleira?! Era mais ou menos isso. Ninguém fez nada de mais (tirando um que fez striper no queijinho). Ou melhor, todos fizeram tudo de mais: riram, se divertiram. As moças dançando, semi-nuas, eram apenas coadjuvantes de um espetáculo particular. Nós éramos a festa.

Infelizmente não sei informar o horário que cheguei em casa. Não lembro.

Assim foi o fim de uma noite alternativa, bem aproveitada, que apesar de já termos tentado, nunca terá outra igual. Alguns namoros terminaram, outros se formaram, e alguns até noivaram, após esta noite, que com certeza marcou a vida de muita gente, positiva ou negativamente.


Bom final de semana!

7 comentários:

GaBe- disse...

bem leegal:)
adorei o post.
São coisas que aconteçem do nada,quando a gente menos espera,duma idéia vindo de sei lá onde,que pode acabar em coisa ruim,ou simplismente nao acabar.
Noites assim são unicas:)

bom find;*

Rafael Brito disse...

Mazááááá
Po, na proxima me convida pra uma noite dessas ai. Heheheheheehehe
Noite memoravel e q contaremos para os nossos filhos, netos, ...
O horario? Eu lembro, as 5:30 da manha.
Só não entendi a parte q diz "... outros se formaram". Hehehehehe
Mt bom esses posts
Abração

T disse...

às vezes vale a pena investir numa noite alternativa sabe?
hahahaaha

se divertir e rir demais de bobeiras, faz bem pra gente. Extravaza.

Eu adorei aqui.
escreves muito bem.
Muito sui generis.


beijo

nicks disse...

Exceleeeeeeente!!!!!! Ah, noite imbativel!!! Serio, ja to morrrendo de saudades de vcs, das festas com vcs, nem precisavam ser malucas pra serem bombantes!! O Barbazul que diga!! Obrigada pela homenagem, continua mantendo contato.. Ta tudo otimo aqui, exceto a saudade mesmo..demora pra acostumar heheheh Beijaooo Tines, cuida bem do povo por mim..nao ajojaaaa hheheheh

MARIUS QUIRÓZ disse...

Festerê do caramba, mas e a prova no outro dia???


Rsrsrssrsrsrs


Abraço

Camilla disse...

Irlanda??????

Ahhhh meu sonho é ir pra Irlanda...

Beijoo

PriSorriso disse...

hahaha em pensar que eu perdi a 1° edição da segunda maluca por uma confraternização da empresa...mesmo não tendo participado me diverti horrores ao saber dos detalhes, que era pra ser segredo...