domingo, 17 de maio de 2009

Diógenes ligou

Meio constrangido e com vergonha pela sua atitude na última vez que falamos, ele ligou. Tratei de tranquilizá-lo. Disse que é passado e que fiquei feliz em receber sua ligação.

Mais calmo, ele começou dizendo que eu tinha razão, e por isso todo esse constrangimento. Pediu desculpas. Eu aceitei. Perguntei o que tinha acontecido para ele estar me dizendo isso. Então ele desabafou:

"Você tinha razão. Nada que eu fizesse adiantaria. Nada que eu falasse substituiria a frase 'eu vou mudar' vinda de outra pessoa. E o pior: soube de tudo isso através de terceiros. Ah, e lembra dos papos de querer ficar sozinha? Tudo mentira. Tudo mesmo, aliás."

Nem sei o que dizer, respondi. E continuei dizendo que apesar de tudo, ele estava muito bem, comparado à última vez que falamos.

"É verdade!", interrompeu Diógenes. "Crescemos e aprendemos quando perdemos e erramos. Isso tudo foi uma aula e tanto. Mas que tal continuarmos essa conversa vendo gente e apreciando um bom chopp?"

- Com moderação?

- Na elegância!

- Fechado.

- Adoro!

2 comentários:

Aline disse...

Aprendeu do jeito mais difícil, mas aprendeu. Rs! Que bom que fizeram as pazes.

Beijos

João Carlos Junior (John) disse...

Nada como o tempo. Muito bom saber que Diógenes está bem, e certamente tudo irá melhorar muito mais, pois como já foi comprovado experimentalmente as coisas tendem a nosso favor quando tomamos atitudes positivas. Espero e torço por novas e excitantes aventuras do nosso herói.

Abrasss