segunda-feira, 6 de outubro de 2008

O Que Poucos Sabem Sobre Bono Vox

"Eu era um garoto brilhante desde cedo". Assim começo a minha análise sobre a entrevista de Paul David Hewson, ou Bono Vox (boa voz) para os íntimos, um irlandês de Dublin, que muito cedo perdeu a mãe e o avô materno, passando a morar com o pai e o irmão.

"Nós não bebíamos, por que as pessoas saiam dos pubs e vomitavam na calçada. Nós achávamos que éramos melhores do que elas", diz o jovem Bono, ao ser questionado sobre as gangues e amizades na infância. Disse, também, que sofria com notas ruins e falta de concentração na adolescência.

"Meu pai não teve um relacionamento comigo", diz o filho Bono, ao ser comparado com seu pai, pessoa com quem teve muitas divergências. "Ele (seu pai) achava que ninguém no recinto era mais esperto do que ele", e quando o entrevistador insistia na comparação, dizendo que ao ver Bono falar estava vendo o pai de Bono, o artista continua: "Ao não me encorajar em ser músico, ele me fez um. Ao me dizer para nunca sonhar alto, pois isso era desapontar-se, ele me fez ter grandes sonhos. Ao me dizer que a banda não duraria mais de 10 ou 15 minutos, bem...estamos aí até hoje", e finaliza: "Eu amava meu pai. Mas nós éramos combatentes".

É difícil comentar toda a entrevista de Bono, pois seria uma contradição com a idéia do blog, que é de não estender-se muito nos textos. Então trouxe esses pontos que julguei mais importantes para fazermos uma comparação com o Bono de hoje em dia, preocupado com questões sociais, além de um grande músico.

Dois fatos me chamaram a atenção, justamente por já ter abordado sobre o tema aqui mesmo, que são as influências. Mesmo fazendo parte de gangues, o "Robin Hood do rock" diz que ele e seus amigos não bebiam na infância, pois tinham a consciência de que eram superiores às pessoas que bebiam e passavam mal, o que é bem diferente nos jovens de hoje em dia, que fazem questão e acham bonito isso.

O outro é a influência negativa de seu pai, que gerou motivação para ele se tornar o que é, muito parecido com o exemplo que o Marius nos trouxe em outro texto, ao lembrar que na infância, uma professora de natação do Phelps disse a sua mãe que ele nunca daria certo.

Termino esta postagem com a seguinte frase de Bono: "É, eu devo ter sido um pouco difícil de lidar".

3 comentários:

Carolina Fortunato disse...

Gostei do blog :)
bem legal mesmo
beijoo

Gabi disse...

siiim
adoooooooro

Carol Garcia disse...

é podia ser e se fosse diferente ?
sei lá !

beeijo :]