segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Dois mil inove

Foi um novo ano novo. Dizem que faz bem entrar de branco. Eu não acredito muito. Mas entrei. Ah, e de cueca vermelha! Embora esta não seja um cor que me agrade muito, minha mãe disse que é a cor de 2009. Tomara que não seja no futebol...



Considero-me um tanto supersticioso. Ou seria esperançoso?



Nessa virada presenciei uma cena lamentável: adolescentes (provavelmente drogados) chutando a sinaleira de um carro que passava no meio da rua. O motivo era banal. Provavelmente relacionado à mulher. Fiquei observando mais um tempo, em meio a multidão que comemorava o novo ano. O mais chocante era a procura por confusão. A necessidade de causar uma, eu diria.



Coinscidentemente ou não, eles não estavam de branco.



As notícias pós-feriado não animam. Mortes, mortes, mortes. Teriam essas pessoas vestido branco na virada? Se sim ou se não, que diferença faz? Como se a cor da roupa definisse o nosso destino.



Viu, eu sabia que você não era tão supersticioso(a) também. Somos esperançosos. Torcemos para que a cor de nossa roupa transmita aos outros o nosso desejo de paz, alegria, harmonia, amor, etc.



Espero que você tenha tudo isso e muito mais em 2009!

2 comentários:

Gabi disse...

tudo de bom pra vc tb
only good vibes

Dani disse...

Também não acredito nessas coisas de cor e talz :x hehe
Mas antes acreditava...